FUNDO PARTIDÁRIO

Desde quando o problema de corrupção na Petrobrás tornou-se crônico alguns políticos passaram a endereçar o tema de financiamento dos partidos políticos no Brasil como se esse fosse o verdadeiro problema.

A partir daí o tema ganhou importância na mídea, passou a fazer parte dos discursos de líderes políticos e, por consequência, entrou na pauta de conversas dos afiliados partidários, principalmente dos partidos de esquerda.

Financiamento público de campanhas e fim das contribuições das empresas aos partidos políticos são as bandeiras levantadas pelos envolvidos nos casos de corrupção. Como se o sistema lhes obrigasse a receber propinas!!!

Assusta-me esse tipo de discurso.

Em primeiro lugar porque é uma forma clara de desvio de atenção ao tema principal, que é a corrupção. Mas assusta-me também porque um partido político é uma associação voluntária de pessoas.

A lei vincula a existência de um partido político à assinaturas de eleitores que somem hoje cerca de 500 mil. Que mantenham diretórios em ao menos 9 estados, além de outras brigações acessórias.

Ou seja, se um partido político é uma associação voluntária, se ele teve como juntar 500 mil eleitores em seu entorno e se está organizado em ao menos 9 estados, é porque detém capacidade para que seus associados lhe sustente, lhe financie.

Diz-se na iniciativa privada: “se não tiver competência, não se estabeleça”. O mesmo se aplica a qualquer associação de pessoas. Se um partido político não consegue atrair o interesse de associados que o sustente é simplesmente porque não há razão para o partido existir.

O Estado, ou seja, todos os brasileiros, não tem a menor necessidade de financiar grupos de pessoas que não conseguem sensibilizar, através de sua tese política, associados.

O grande número de partidos nanicos que existem no Brasil apenas existem porque há o Fundo Partidário, ou seja, recurso proveniente do tesouro federal (de todos os brasileiros) oferecido graciosamente a todos os partidos políticos.

Apoio por completo a intenção do Partido NOVO de usar o recurso do fundo partidário para fazer uma campanha contra o Fundo Partidário.

Partido Político que se preze deve ser sustentado por seus associados. É como um clube de pessoas que reunem em torno de idéias. Se não há idéias ou se não há pessoas não há razão para haver o clube.

É isso!

4 ideias sobre “FUNDO PARTIDÁRIO

  1. O país precisa do esforço de todos, inclusive dos políticos, cuja finalidade deveria ser a de servir a população. Não podemos permitir que uma pequena casta, viva à margem dos acontecimentos, gastando à vontade e concedendo-lhes aumentos desproporcionais, nomeando parentes e aliados, enquanto o resto do país, pague esta conta e se prive dos direitos básicos.

  2. Eu sempre tive vontade de fazer parte da política, começar como vereadora e com tanta corrupção e políticos sem ética, fazem minha vontade crescer cada vez mais. Posso fazer parte desse partido? Como faço?

    • Regina, primeiro visite o web site do Partido Novo para conhecer seus valores. Se você gostar, cadastre-se. Você receberá informação dos eventos de apresentação do NOVO. Vá a um desses eventos. Assim, você pode nos conhecer melhor. Espero ve-la em um desses eventos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *