DEMAGOGIA

Demagogia é uma palavra de origem grega que significa a arte ou o poder de conduzir o povo. É uma forma de manipular o povo.

O termo, desde quando o conheço, é usado de forma pejorativa. É uma referência a governantes que mentem ao povo, iludindo-o para conduzí-lo ao caminho desejado pelo governante.

Quando um governante diz que a economia sofreu um retrocesso de 1% no PIB por conta de ações como as operações contra a corrupção, sendo que os atos de corrupção apurados são do governo instituído, é uma forma de demagogia.

Quando um governante afirma que uma estação de metrô será inaugurada numa data próxima, mesmo sabendo que não será capaz de cumprir com sua promessa, atua como um demagogo.

Quando um governante permite edificações em áreas de manancial, mesmo que a lei impeça, e nada faz, sabendo que haverá consequencias ambientais graves, age como demagogo.

O demagogo, por definição, é incompetente. Mentir ao povo para levá-lo a destino desejado pelo governante é clara confissão de que o governante sabe que o povo desejaria caminhar para outro lado. Caso contrário, não seria necessário faltar com a verdade.

Agir como demagogo é demonstrar agarrar-se ao Poder como a coisa mais importante do mundo. O governante deveria servir à população e não a seus interesses pessoais.

Usualmente os demagogos se utilizam de argumentos não racionais. Apelam para o emocional e para o irracional.

“Eles são contra os pobres” é um forte argumento emocional. “Agem como nazistas” é outro tipo de argumento irracional.

Aristóteles, em “A Política”, dizia que a demagogia está para a democracia como a tirania está para a monarquia, pois é um ato de privilegiar interesses pessoais ou de um pequeno grupo em detrimento da maioria.

É uma forma explícita e condenável de corrupção.

Maquiavel indicava que o Estado era a única organização que mobilizava a todos, dispondo de meios de gestão e coação. O Estado seria o meio de manipulação das massas. O ato de governar permite ao governante ser demagogo.

A demagogia encontra eco junto à populações com baixo nível educacional, mas sempre chega o momento que o demagogo se depara com a verdade e o povo lhe retira o Poder. Algumas vezes de forma institucional, utilizando-se das leis e do exercício dos Poderes Legislativo e Judiciário, por outras vezes de forma hostil e violenta.

A história ensina uma grande verdade: a demagogia sempre tem um fim.

É hora de julgar os demagogos e devolver o Poder ao Povo!

Uma ideia sobre “DEMAGOGIA

  1. Texto rico em conteúdo significativo e, sobretudo, formativo. Linguagem objetiva, didática que atrai o leitor pelo desenvolvimento. Creio que o autor intenta despertar nos jovens e em adultos defasados em conhecimento e preparo ético-político coletarem conceitos que os preparem à cidadania

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *