TOLERÂNCIA

Tolerância é uma virtude. É a atitude de aceitar valores diferentes.

O povo brasileiro sempre foi tolerante. Povo moldado pela união inter-racial, de diversas religiões, de diversos povos, de diversas cores e pensamentos. A paz sempre imperou no Brasil.

Há poucas décadas grupos armados, terroristas, extremistas, visando implantar seu pensamento totalitário na sociedade brasileira, passou a incitar grupos contra a sociedade brasileira. Bradavam pelas minorias, por seus direitos, diziam eles.

O Brasil é um país que vive sob o império da lei e sua lei principal, a Constituição Federal, garante que todos são iguais sem distinção de qualquer natureza (art. 5º). Ou seja, todos estão protegidos pela lei, minorias ou maiorias, TODOS.

Mas com discurso raivoso misturando a defesa da democracia com o repúdio ao passado esses extremistas trilharam uma caminhada que lhes levou ao Poder. Desde início dos anos 2000 lá estão e produziram mazelas e mais mazelas ao país. A situação do país é lastimável.

A indústria sucateada, o setor produtivo sufocado, o governo inchado e cada vez mais improdutivo, o país com o futuro comprometido com juros estratosféricos e nível de endividamento absurdo que deixa menos de 15% do orçamento da união para ser efetivamente investido em benefício da sociedade.

Idosos ficaram sem remédios, as crianças e o jovens sem escolas e seus pais, ao milhões, sem empregos.

Demorou uma década para a população ir às ruas para reclamar. Durante uma década a população foi tolerante com um grupo de extremistas corruptos.

E hoje o ex-ministro Mantega publica artigo na Folha de São Paulo clamando por tolerância, declarando-se vítima de intolerância e alertando a população, como se seu tratamento fosse um ato contra a democracia.

Democratas são aqueles que respeitam os outros, que permitem o debate de idéias, que se alternam no poder, que respeitam as leis e não confundem o Estado com um Partido Político.

Se eu encontrasse o Sr. Mantega em qualquer local público provavelmente repetiria os atos de alguns brasileiros que o encontraram em restaurantes e publicaram suas manifestações públicas. Provavelmente diria que ele foi um dos maiores responsáveis pelo estado atual do país. Que ele deveria bater em cada porta de cada brasileiro e de joelhos implorar por perdão.

Sua atitude à frente da economia brasileira destruiu os sonhos de milhões de brasileiros e permitiu que uns poucos assaltassem os cofres públicos.

O Sr. Mantega deveria se envergonhar de suas palavras.

O povo brasileiro foi tolerante demais com esse grupo de terroristas.

É hora de julgá-los e devolver o Poder ao Povo!

2 ideias sobre “TOLERÂNCIA

  1. Linguagem clara, conteúdo próprio e didático. O autor, pressinto como leitora, que objetiva reunir conceitos de modo a instruir, ampliar, estimular o vocabulário ético-político dos cidadãos jovens que querem reformar, reestruturar se Brasil. Vá em frente, Prof. José Ernesto Marino, neste projeto educacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *