BRASIL: PAÍS ILHADO

Quando os portugueses fincaram bandeira do reino luso em nossas terras, resolveram habitar o litoral olhando o Oceano Atlântico.

Os espanhóis fincaram bandeira em outras paragens à oeste, apreciando o Oceano Pacífico.

Como a América do Sul apresenta grandes dimensões, não apenas gigantescas distâncias separaram os povoados do continente, mas acidentes naturais ajudaram a separá-los mais ainda. De um lado estavam as Cordilheiras dos Andes a rasgar o território de norte a sul. Mais ao norte a floresta amazônica e mais ao sul as regiões pantanosas, o famoso Pantanal.

A integração continental ficou prejudicada. O gaúcho se espalhou no sul e ocupou uma parte do Uruguai, uma parte do Brasil e uma parte da Argentina, mas isso é a famosa exceção para confirmar a regra geral.

Então os portugueses perceberam que nas terras brasileiras, tudo o que era necessário para a sobrevivência estava disponível: água, comida, energia e em clima agradável.

Se tudo se produzia e se a sobrevivência estava assegurada, não havia razão para a busca de trocas com terceiros, distantes vizinhos.

Assim o Brasil se tornou um país fechado, com pouco relacionamento internacional. Por isso poucos falam uma segunda língua.

Quando o mundo está em progresso, o país não se beneficia. Quando há uma grande crise, o país não sofre muito.

Ao longo de 500 anos o povo adquiriu costumes próprios e, graças à missigenação de colonizadores, índios, escravos e imigrantes, cada parte do Brasil criou sua própria ética.

Daí ainda existirem senhores de engenho no nordeste “feudal”, nobres titulares de “sesmarias” no norte, sulistas que consideram que tudo deve ser feito pelo Estado e os capitalistas do sudeste. No centro do território os indecisos do centro-oeste…

A tradição de um Estado forte trouxe segurança às multinacionais que se instalaram no país. Mas está na hora de deixarmos o povo seguir seu caminho e fazer do Brasil um país pujante e rico.

Quanto maior o Estado, menor o indivíduo e mais pobre a sociedade.

A integração do Brasil ao mundo é um processo natural como consequência do empreendedorismo do povo. Só há iniciativa com Liberdade.

Vamos devolver o Poder ao Povo!

Uma ideia sobre “BRASIL: PAÍS ILHADO

  1. Crônica concisa com marcas históricas presentes, aguça-nos o interesse visando ao futuro do país que cresce em número de habitantes desordenadamente sem infra-estrutura para vida pessoal, social e patriótica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *